//

RS não cobra e R$ 26 milhões em multas ambientais prescrevem

Em uma sala na Secretaria do Ambiente (Sema) do Estado, três móveis com prateleiras abarrotadas de caixas e pilhas de processos são o símbolo do descaso que resultou em uma década de trabalho desperdiçada, além de impunidade e renúncia de receita em um Estado que hoje alega dificuldades até para pagar em dia o salário do funcionalismo, são 2.451 multas por queimadas, cortes de vegetação nativa ou danos em áreas de preservação, aplicadas entre 2000 e 2009, que acabaram prescrevendo porque não foram avaliadas a tempo pela Junta Superior de Julgamento de Recursos (JSJR), com isso o estado deixou de arrecadar  R$ 26 milhões. 
Fonte ZH
Share on Google Plus

About Portal Cidade do Sol

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário