//

Brigada Militar prende trio com nove ovinos dentro de Uno em Alegrete

 Os animais foram furtados e mortos, dentro da propriedade rural, no interior do município. Eles deixaram as vísceras e a cabeça de algumas na fazenda. A suspeita é que a carne já estivesse encomendada.
 Três homens foram presos e um conseguiu fugir durante abordagem da Brigada Militar, na BR 290, próximo à Ponte Branca, no KM 580, em Alegrete.
 O veículo foi interceptado por volta das 2h40min.,desta sexta-feira (10), depois de uma denúncia de dois funcionários de uma empresa de vigilância rural(Defensul). A dupla, Veiga e Nardon, percebeu que o carro estava em atitude suspeita e informou os policiais que, em rápida ação, abordaram o Uno.
 Duas viaturas deslocaram até a BR 290 e interceptaram os acusados. No carro além de nove ovinos, também, estavam o condutor de 34 anos e mais três comparsas. Um deles conseguiu fugir para o mato, assim que o Uno parou. Os outros dois que estavam na carona, de 22 e 35 anos, foram presos em flagrante com o motorista que não possui Carteira Nacional de Habilitação e é o proprietário do veículo.
  Após a identificação dos acusados, a vítima foi localizada e compareceu à Delegacia de Polícia. Dos nove ovinos, dois eram fêmeas e estavam prenhes, um capão e os demais cordeiros. Somente um ainda estava vivo.
 O dono da propriedade rural, que fica cerca de 20 km da cidade, disse que o prejuízo ultrapassa 2mil reais. Ele comentou que na última semana algumas ovelhas foram atacadas e mortas por cachorros, o que já tinha deixado uma perda considerável.
 Encaminhados à Delegacia de Polícia, os indivíduos que já possuem passagens pela polícia foram autuados em flagrante pelo crime de abigeato. Depois de ouvidos, levados ao Presídio Estadual de Alegrete.
 O carro, sem bancos na parte de trás e com licenciamento atrasado, foi recolhido ao depósito do Detran.
 A prisão foi efetivada pela Brigada Militar através dos policiais; soldados Leal, Krug, Sandro e sargento Monteiro.
 Os ovinos apreendidos, oito sem as vísceras e a maioria sem cabeça, assim como o único vivo, foram restituídos ao dono.
 O homem que fugiu foi identificado pela polícia. Na última semana, de acordo com relato da vítima, ele trabalhou como alambrador na fazenda. Pela maneira em que os animais estavam, tudo indica que ele tinha deixado tudo preparado para a ação.
Fotos: Flaviane Antolini Favero
Fonte:Alegrete Tudo.

Share on Google Plus

About Portal Cidade do Sol

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário